»»» LEITURA OBRIGATÓRIA

PUBLICIDADE

Pesquisar matérias no Blog

GALERIA DE VÍDEOS DO BLOG:

sábado, 20 de dezembro de 2008

Será que foi Nero???


Curioso por saber como ficou o estrago nas esplanadas o governador Ivo Cassol fez questão de comparecer pessoalmente para ver o "serviço" que causou um prejuízo sem precedentes nas documentações que eram guardadas nas dependências das Secretarias de Justiça, Social, Educação e Idaron.

A perícia haverá de esclarecer quais foram as causas, ou os causadores desse episódio no mínimo classificado como pirotécnico, uma vez que as secretarias que foram destruídas são justamente aquelas que mais seriam monitoradas pelos sucessores do Palácio Getúlio Vargas.

Faltaram ainda que o fogo atingisse a Secretaria de Obras, o Detran e a Casa Civil, mas quem sabe na próxima...

Sem querer traçar qualquer comparativo com a célebre tragédia romana, não me lembro de Nero ter ficado vivo para visitar sua obra prima, vai ver que em sua loucura ela não se atreveu a ir tão longe com a inteligência do povo.

Segundo informações, o Corpo de Bombeiros agiu rápido e compareceu ao local em poucos minutos, mas não foi suficiente para debelar o incêndio que já atingia quatro prédios.

Com toda aquela chuva quanto tempo levou para os vigias perceberem que o fogo já tinha atingido mais de 3 secretarias e que era necessário a presença dos bombeiros?

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR:
Os seguranças das Secretarias estavam vigiando os prédios ou o fogo que os destruiu???
______________________________
UMA COISA É CERTA:
Sem duvidas alguma, após essa providencial tragédia o nosso governador tratará de providenciar uma melhor estrutura física ao Corpo de Bombeiros da capital que há anos reclama das "Latas Velhas" que compõem a frota da maior cidade do Estado de Rondônia, pra não dizer a que deveria ser a mais bem equipada, imaginem se uma tragédia dessa ocorressem no Shopping recém inaugurado?

domingo, 14 de dezembro de 2008

Presidente do PT/RO fala sobre a disputa de licitação das Hidrelétricas.


O Presidente do PT/RO, Tácito Pereira, manifestou preocupação entre a disputa dos dois consórcios que ganharam a licitação para construir as Hidrelétrica de Santo Antonio e Jirau, principalmente da manifestação recente de ação popular movida pelo Fórum Brasileiro de Ong's e Movimentos Sociais (FBMOS), que conseguiu paralisar o início das obras da Hidrelétrica de Jirau.


De acordo com informações a ação popular é contra a mudança do local da construção da usina de Jirau. O FBMOS conseguiu liminar na justiça federal suspendendo o início das obras e que mais tarde o Juiz Federal, Élcio Arruda casou a referida liminar dando autorização para iniciar as obras.


Tácito comenta que, várias matérias da imprensa em Rondônia têm denunciando que a referida ação judicial foi patrocinada com o apoio da Construtora Norberto Odebrecht que disputou a licitação de Jirau e perdeu para a concorrente Camargo Correa.


Para o presidente do PT/RO, é inadmissível que a disputa entre duas empresas privadas venham a prejudicar o Estado de Rondônia. "O Estado não deve entrar na disputa das duas empresas, muito menos ser prejudicado, a autorização do início das obras de Jirau é importante para o Estado, a guerra judicial deve ser para atender os interesses públicos e não privados", reforça Pereira.


Com o reinicio das obras de Jirau, Tácito alerta para que, essa disputa se encerre. "O PT e sua Bancada Federal e Estadual estará atendo a esses desdobramentos, inclusive acompanhando de perto esses dois empreendimentos importantes para o desenvolvimento do Estado e principalmente de Porto Velho", informou o atual presidente do PT/RO.


No que se refere ao FBMOS, Tácito Pereira, considera importante que caso as denúncias sejam comprovadas, as autoridades judiciais devam tomar as devidas providencias.



--
Secretaria de Comunicação PT/RO
Av. Calama nº895 / Bairro: Olaria
Porto Velho – RO / CEP: 78903-000
Tel: (0xx69) 3224-5926
Home Page: www.ptrondonia.org.br

domingo, 30 de novembro de 2008

Justiça Eleitoral julga o prefeito eleito de Machadinho do Oeste.


As 16:00 h. da tarde de ontem (27/11/08), teve início a sessão de depoimentos das testemunhas que estiveram presentes ao churrasco promovido pelo então candidato Marinho da Caerd - PV, no Quinto Beck, distrito de Machadinho do Oeste, na propriedade do Sr. Ivo.



A denuncia foi apresentada pelo MCCE – Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral do interior de Rondônia, através de seu presidente, o jornalista Danny Bueno, que ao receber a denuncia anônima compareceu, presenciou e gravou o fato ocorrido na terça- feira (02/09/08), quando na ocasião o próprio candidato declarou que estaria até mesmo amparado pela justiça eleitoral que teria concedido permissão para as ilegalidades.


Durante mais 7 horas de audiência dezenas de testemunhas foram ouvidas e acareadas pela Dra. Juíza Márcia Cristina Rodrigues Masioli, sendo também interpeladas pelos advogados das partes.


Como autor da denuncia foi ouvido também em depoimento o jornalista Danny Bueno, que confirmou todas as acusações entregou em juízos as fitas originais das gravações que serão analisadas pela perícia da Polícia Federal de Porto Velho.


A audiência transcorreu com absoluta tranqüilidade, porém a Dra. Márcia Cristina Masioli concedeu uma escolta policial até o município de Ouro Preto do Oeste ao jornalista Danny Bueno que foi abordado por duas motos com dois elementos em cada uma durante a sua chegada ao município.


Ao final da audiência as pouco mais de 50 pessoas que estavam no auditório do Fórum foram convidadas a assistir aos vídeos contendo as gravações e as fotos que motivaram a denuncia envolvendo o prefeito eleito que poderá ter seu registro de candidatura ainda cassado antes data da diplomação.


Resta agora o aguardo das apurações finais da justiça eleitoral para o deferimento da sentença, onde serão considerados os fatos envolvendo o prefeito eleito por 5.913, enquanto o segundo colocado, Reginaldo Pereira da Silva teve 4.934, com uma diferença de 974 votos, que podem muito bem terem sidos conquistados pelas homéricas festas promovidas pelo prefeito eleito, que ficou provado através dos testemunhos em audiência que, como político em início de carreira demonstrou ser um excelente "churrasqueiro".

domingo, 12 de outubro de 2008

Eleições 2008: Coisas do Brasil.


Só para não deixar passar batido, vocês sabem quem ganhou para prefeito em Machadinho do Oeste???
Não, adivinhem....
Ele mesmo, o candidato churrasqueiro, Marinho da Caerd (PV), com o número 43, que realizou homéricas churrascadas pelo interior do estado na zona rural de seu município e que foi devidamente denunciado por este jornalista através do Movimento de Combate a Corrupção, porém, até o presente não houve sequer uma manifestação da Justiça Eleitoral sobre a movimentação quanto ao caso do, agora prefeito, Marinho das 50 vacas.

Declaração essa que foi dada por seu padrinho político, vereador Ribamar, que fez questão de expressar sua intenção de distribuir 2 vacas por comício antes do término das eleições.

Parece que a eterna prática do aliciamento ao voto nunca vai morrer, pelo menos aqui, ... Ai, ai,.... Coisas do Brasil!!!

Parabéns para quem soube aproveitar o voto, pelo menos não foram pra fila de votação de barriga vazia, mas será que a consciência estava também não estava uma m...???

Libertados dois jornalistas dos EUA detidos na Síria.


WASHINGTON (AFP) — Os dois jovens jornalistas americanos detidos na Síria por ingressar no país de forma ilegal foram libertados e passam bem, estando na embaixada dos Estados Unidos em Damasco, anunciou hoje o departamento de Estado.

Os dois americanos dados por desaparecidos no Líbano há uma semana foram detidos na Síria por terem entrado em seu território de maneira ilegal, informou nesta quinta-feira, em Damasco, o ministério sírio das Relações Exteiores, em communicado.

"As autoridades sírias detiveram dois cidadãos americanos, Holli Chmela e Taylor Luck, porque entraram esta manhã (quinta) em território sírio pela fronteira norte de maneira ilegal e com a ajuda de um contrabandista", declarou o ministério.

Os serviços de segurança interrogaram os americanos para saber como entraram sem os vistos requeridos.

O ministério sírio havia convocado a encarregada de negócios dos Estados Undios em Damasco, Maura Connelly, para informá-la do caso.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Após denúncias, bomba explode na casa da família de jornalista durante a madrugada.


Parte do muro da residência da família do jornalista foi literalmente para o espaço com o impacto da explosão.

Um botijão de gás recheado de pólvora e parafusos explodiu em frente à casa da família do jornalista Rubens Coutinho, editor do TUDORONDONIA, na madrugada desta segunda-feira, na zona sul de Porto Velho. A explosão destruiu parcialmente o muro da frente da residência, abrindo um buraco, e um pedaço do artefato de metal atingiu o telhado da casa.

A explosão levantou uma nuvem de fumaça que encobriu a residência e foi ouvida a mais de um Km, inclusive numa unidade do 5º Batalhão da Polícia Militar localizada na praça do conjunto onde residem as filhas do jornalista.
A PM compareceu ao local e fez os primeiros levantamentos, registrando a ocorrência e solicitando a realização de perícia no material.

O muro amorteceu o impacto da explosão e pode ter evitado uma tragédia, pois crianças no interior da residência poderiam ter sido atingidas pelos parafusos que voaram para todos os lados com a explosão do botijão de gás cheio de pólvora.

Revoltado com a covardia, mas não amedrontado, Rubens Coutinho disse que continuará fazendo seu trabalho. "Pretendo comunicar por escrito o fato à Secretaria de Segurança Pública de Rondônia, Comando Geral da PM, Polícia Federal, Federação Nacional dos Jornalistas, Sindicato dos Jornalistas de Rondônia, Governo do Estado, Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, entre outros órgãos, de maneira que, se algo acontecer comigo ou com minha família, autoridades e instituições terão sido previamente alertadas e não poderão, no futuro, alegar desconhecimento dos fatos", afirmou o jornalista, que, por ser apartidário, descartou motivação política para o atentado.

(Questões como essas, bem como aconteceu com Tim Lopes, no Rio de Janeiro, o Jornal Imprensa Popular, em Porto Velho, o Mesquita, em Ouro Preto do Oeste e que continuam acontecem em nosso cotidiano profissional precisam ser minunciosamente acompanhadas pelas autoridades policiais e juduciárias, municipais, estaduais e federais. Caso contrário estaremos fadados a admitir que impera ainda em nossos dias, em pleno século 21, o domínio do medo e o reino da impunidade).

domingo, 21 de setembro de 2008

Bem Vindos ao Vale da Cachoeira de Rondônia.


Recomendo a todos os meus leitores e amigos uma visita basica ao Vale das Cachoeiras de Rondônia, localizada na Linha 24 do município de Nova União, a pouco mais de 30 kilometros de Ouro Preto do Oeste.

Pra quem gosta de natureza é um prato cheio, um verdadeiro oásis em meio a seca que o estado atravessa, apesar de que a cachoeira também está com o seu fluxo do leito afetado, porém nada consegue tirar a exuberância e o espetáculo visual que os proprietários do empreendimento conseguiram valorizar.

Cada detalhe do ambiente é muito agradável, enriquecido com a presença de aves nativas e exóticas como araras e um casal de pavões, muito bem cuidados, que dão um toque paradisíaco ao local que com certeza já se tornou um dos mais novos e belos cartões postais de nosso estado.
A Luciana e a Vitórinha também recomendam, elas amaram o passeio...

sábado, 6 de setembro de 2008

UNIDO$ POR UM IDEAL



ESSA NEM EU TINHA PERCEBIDO...
FOTO EXTRAÍDA DO BLOG DO MEU AMIGO, RONDINELI GONZALEZ...(http://rondineligonzalez.blogspot.com/2008/08/notas-de-uma-segunda-feira-quase-saindo.html)
1) Com o apoio incondicional do Cassol e mais R$ 2 você pode comprar uma pipoca com bacon em frente ao Cine Veneza.

2) Conseguiram reunir o Recruta Zero com o Urtigão? Mais um crossover que não gostaríamos de ver por aí.

Responda rápido: Qual o melhor comentário para esta notícia?
NENHUM, ELA FALA POR SÍ MESMA.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Da Série: "Meus Pit Boys da PM"

Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Jornalista Danny Bueno é violentamente agredido por seguranças do deputado candidato a prefeito Alex Testoni.


O jornalista Danny Bueno, presidente do Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral - MCCE de Ouro Preto do Oeste, foi violentamente agredido por covardes seguranças do candidato a prefeito pelo PTN, Alex Testoni durante a tentativa de obter fotos de uma reunião realizada nas dependências do Restaurante Ranchão, anexo ao Posto Dom Bosco, de propriedade do deputado e candidato, a qual estava sendo regada com muita comida e bebida a vontade para os presentes.

O fato se deu sem que o profissional tivesse sequer adentrado o recinto, pois a reunião estava sendo fotografada pela rua lateral, pela qual toda a movimentação dos convidados podia ser percebida, porém, mesmo antes de iniciar o trabalho, o jornalista se cercado de seguranças armados, membros da Polícia Militar do Estado de Rondônia que prestam o serviço de segurança 24 horas para o deputado candidato.

Entre os agressores destacam-se o Sargento PM Paulo Sérgio, o Soldado J. Agnaldo e a nova aquisição para o esquadrão de choque, o soldado Dias, conhecido como "Lobó".

Tanto um quanto outro começaram a desferir golpes de ponta pés e socos nas costas da vítimas, enquanto esta ainda se encontrava na garupa da moto em que estava, juntamente com seu ajudante, sem qualquer chances de defesa, pois a mesma tentava proteger a câmera fotográfica que havia registrado as irregularidades e também gravava o que estava se passando.

Tamanha foi a violência das agressões que o repórter teve que ser atendido pelo legista de plantão Dr. Ricardo, para o exame de corpo de delito enquanto prestava a ocorrência ainda nas dependências da delegacia.

Apesar de ter solicitado insistentemente a presença da Polícia Militar através do 190, da Polícia Federal, pela superintedência de Porto Velho e feito uma denúncia através do 148, que informou que estaria repassando a ocorrência para o Cartório Eleitoral do Município, em nenhum momento foi correspondido pelas autoridades competentes para ser devidamente lavrado o flagrante e as agressões.

Logo após se deparar uma intensa dor resultante das agressões, ao tentar se dirigir para sua residência o jornalista foi perseguido por um veículo com dois policiais, que sem qualquer identificação abordaram com extrema hostilidade o ajudante do repórter, sendo posteriormente os mesmo identificado como membros da P2, serviço reservado da PM, identificação que só foi possível por informações de terceiros, na tentativa de obter a máquina fotográfica sem lograr êxito, pois o mesmo conseguiu adentrar os portões de sua casa antes que os policiais pudessem alcançá-lo, mesmo assim, não se dando por satisfeitos fizeram questão de revistar e interrogar e intimidar em plena avenida Daniel Comboni, o assistente de trabalho que acompanhava o profissional, que é pai de família e morador antigo do município, como se este fosse um delinquente qualquer.
Não conformados ainda, ao perceberem a chegada do advogado do jornalista que pediu esclarecimentos sobre a ação irregular dos policiais, os mesmo alegaram que estavam na captura de "dois elementos" que haviam tirado fotos da reunião do deputado.

Um dos agentes identificados por nossa reportagem e filmado em ação durante esdrúxula abordagem, foi reconhecido como sendo Sérgio Belchior e seu companheiro, ainda desconhecido, deverá ser ainda identificado pela filmagem do ocorrido, pelos próprios superiores da corporação.

Na semana passada, os mesmo agressores, que hoje chegaram as vias de fato, protagonizaram uma cena dantesca de abuso de autoridade, quando a mando do mesmo candidato expulsaram aos empurrões o repórter de mais uma de suas reuniões secretas que cocrriam nas dependência da Associação Comercial e Industrial de Ouro Preto do Oeste - ACIOP, fato este também registrado pelo repórter e já denunciado junto ao Tribunal Eleitoral e Ministèrio Público, pois a intenção do profissional era obter uma declaração oficial do candidato quanto a uma mudança que estava sendo realizada naquela mesma hora para um família de eleitores, por um dos caminhões pertencentes a empresa de materias de construção Dom Bosco, que tam´bém é de propriedade do candidato, porém, a mesma arbitrariedade do cerceamento de liberdade de imprensa foram deplorávelmente esboçado hoje pelos mesmo protagonistas das agressões sofridas pelo profissional.

Em dias de uma decisão tão absurda tomada pelo supremo de se preservar a impunidade daqueles que insistentemente se valem do poder para cometer todos os graus de ilicitudes, acho que o que levou os profissionais da segurança pública, que deveriam dar a mais completa proteção ao cidadão, a desvirtuar o seu papel, deva ser a sensação de vitória manifestada por seu "Patrão" que obviamente será imensurávelmente beneficiado com a impunidade por seus atos já denunciados e pelos futuramente a serem praticados, mesmo tendo este jurado honrar o seu mandato a serviço do povo que o elegeu.

Sem dúvidas essas manifestações de violência autorizada contra profissionais da comunicação e cidadãos de nossa cidade não corresponde aquilo que o povo espera de um candidato apto a ocupar o comando do destino do município.

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Candidato a prefeito usa caminhão da própria empresa para fazer mudança de eleitor.

(CLIQUE NAS FOTOS PARA AMPLIÁ-LAS)
No fim da noite de ontem a nossa equipe flagrou na esquina da Avenida dos Seringueiros,um caminhão marca Wolksvagem, modelo 13.150, com placa NCB 0309 de Ouro Preto do Oeste, de propriedade da empresa Dom Bosco – Shopping da Construção, da qual o deputado estadual Alex Testoni (PTN), e também candidato a prefeito no município tem participação societária na empresa.
(CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIÁ-LA)
O flagrante foi registrado pelas nossas câmeras que também gravaram a conversa com os beneficiados pela mudança, que se negaram terminantemente a fornecer seus nomes, bem como a origem da procedência da mudança, alegando a princípio que seu caminhão particular estaria carregado para empresa, e por isso teve o caminhão da mesma emprestada para sua mudança.
(CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIÁ-LA)
Durante a conversa a estória foi mudando a partir do momento que o cidadão tentava explicar as razões da utilização do caminhão, chegando a contradizer-se e dizer que o caminhão fretado já não era mais seu e sim de outro “rapaz”.

Durante a tentativa de entrevistar o cidadão o mesmo expressou uma enorme confusão na exposição dos fatos, demonstrando claramente o seu nervosismo diante das perguntas que eram apresentadas, chegando a apresentar ameaças e garantir que nunca conheceu o candidato Alex Testoni (PTN), apesar disso, o mesmo se desmentiu ao final da entrevista afirmando que, “eu moro aqui há 33 anos, eu sou fundador desta m... aqui e não preciso de político pra sobreviver... e que conhece o deputado desde quando nasceu...”

Tamanha foi o descontrole do cidadão que o mesmo, nem percebeu o adesivo aplicado a porta do caminhão que denunciava ainda mais a irregularidade eleitoral e tentou perseguir a nossa equipe e só foi contido coma chegada de um funcionário de nome Cleir, que trabalha na gerência do Posto Dom Bosco, que tentou desconversar para que o mesmo acalma-se.

Apesar de garantir que não estaria fazendo nada de errado pelo fato de estar usufruindo de um caminhão de uma empresa que não tem por hábito o transporte de mudanças domésticas e nem exerce a atividade de transportadora em sua relação de atividades, principalmente fora do horário regular de funcionamento comercial, o cidadão mostrava-se visivelmente transtornado com a presença de nossa reportagem.

Na tentativa de buscar saber sobre a realidade dos fatos por parte do candidato, ficamos sabendo que o mesmo encontrava-se em uma reunião aberta nas dependências da ACIOP (Associação Comercial e Industrial de Ouro Preto do Oeste), porém, antes mesmo que pudéssemos dirigir as nossas indagações para o candidato Alex Testoni (PTN) fomos literalmente impedidos de trabalhar, cercados e retirados a força do auditório por seus seguranças que e pelo próprio presidente da ACIOP, Zenildo Tavares, que também faz parte da equipe de coordenação do candidato Alex Testoni (PTN), o que no mínimo levanta um questionamento ético e moral para um dirigente de uma entidade comercial que se diz democrática, mas que expulsa pessoalmente a imprensa com palavrões, tentativa de destruir o equipamento de trabalho e ameaças, principalmente no que tange o estatuto da entidade, sabemos que a mesma não seria o local mais apropriado para reuniões secretas de grupos partidários, já que a proposta é a livre expressão da democracia, agravando-se ainda o fato de que o mesmo tem benefícios econômicos em seus serviços prestados pela sua empresa, tornando mais do que conveniente que o então presidente da ACIOP venha defender os interesses de seu candidato se possível chegando as vias de fato.

Conveniências a parte, ficou latente a evasão do candidato em tentar responder sobre o favorecimento de um eleitor pelo uso de um de seus caminhões para realizar a mudança de seus móveis pessoais, que não foram comprados em sua empresa, diga-se de passagem, e a manifestação reprovável de hostilidade contra a liberdade de imprensa por parte de sua assessoria e de seus “cães de guarda”, algo que não fica nem um pouco adequado para um presidente de uma entidade tão representativa como a ACIOP, que representa o direito de ir e vir de todos os cidadãos de bem de nossa sociedade que precisam sim ter acesso a todas as informações sobre os candidatos que disputam os cargos eletivos, para melhor poder escolher qual seja a opção menos danosa ao futuro de nossa cidade, aliás, um candidato que se vale de tanta blindagem é no mínimo alguém que não tem a menor intenção de se aproximar do povo que pode elegê-lo, será que é isso que o povo aprovará no dia 5 de Outubro.

domingo, 20 de julho de 2008

VÍCIOS DO PODER - Servidores de Rondônia questionam mudança no teto salarial criada por Alex Testoni.


CONSULTOR JURÍDICO
16/07/2008 - 07:52
A Confederação dos Servidores Públicos do Brasil está questionando, no Supremo Tribunal Federal, a Emenda à Constituição de Rondônia 55/07, que alterou o teto único do funcionalismo público naquele estado.

Na Ação Direta de Inconstitucionalidade, a Confederação alega que o dispositivo impugnado foi aprovado na Assembléia Legislativa de Rondônia sem que tivesse sido observado o número mínimo de um terço dos membros da casa parlamentar, o que afronta o artigo 60, inciso I, da Constituição Federal.

Para a Confederação, a norma é de reprodução obrigatória nas constituições estaduais. No texto da Constituição de Rondônia, não é diferente.

A Confederação também alega afronta ao artigo 1º, parágrafo único, da Constituição Federal, que determina: “todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”.
Segundo a entidade, no documento de apresentação da proposta de EC, não foram identificados os signatários do texto.
Esse fato, segundo a entidade, vedou o controle popular dos atos de seus representantes.

Segundo a Confederação, a proposta de emenda constitucional que originou a EC 55 foi assinada apenas por seu autor, deputado estadual Alex Textoni (PTN), além de outros seis deputados, quando eram necessárias, no mínimo, oito assinaturas para completar um terço.

Além disso, sustenta que há divergência entre as assinaturas dos parlamentares e há a suspeita de que até não-deputados tenham assinado o documento.

A Confederação afirma que a votação da proposta ocorreu em dois turnos no mesmo dia com uma diferença de tempo de um minuto entre a primeira e a segunda votação, bem ao contrário do que refere o Regimento Interno do Senado Federal que, no título IX, Capítulo I, artigo 362, afirma que “o interstício entre o primeiro e o segundo turnos será de, no mínimo, cinco dias úteis”. A mesma regra deve ser obedecida nos Legislativos estaduais.

A Confederação observa que a jurisprudência do STF “é pacífica quanto ao fato de inexistir convalidação de vício de iniciativa, por se ter levado ao mundo jurídico a norma que, no seu nascituro, tinha seu projeto inicial maculado”.

Revista Consultor Jurídico

domingo, 6 de julho de 2008


sexta-feira, 20 de junho de 2008

ESSE É O CARA!

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA))
Essa á mais uma prova de que pra quem quer trabalhar não existe tempo ruim, os vagabundos que me desculpem, sou do time do Aristeu.

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Depois da Mulher Melância, O Homem Melância.

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA)
Sabe aquela síndrome que atinge a todos os que desejam se manifestar perante os seus semelhantes? Ou seja, como já dizia aquele velho ditado, quer se aparecer? Coloque uma melância na cabeça...

Pois é, um amigo meu, aqui de Ouro Preto do Oeste levou essa idéia ao pé da letra, não que ele seja exibido ou doido por atenção, muito pelo contrário, é respeitado e muito querido em nossa sociedade, porém, algum "amigo da onça" colocou na cabeça do meu prezado amigo que o pitoresco acessório lhe caía bem e olha só no que deu.

Tá certo que em Ouro Preto do Oeste o não uso de capacetes está obrigando o policiamento a coibir severamente os que insistem em desobedecer as leis de trânsito, mas tenho certeza de que a polícia ficará sensibilizada com o excesso de originalidade do meu amigo e dará um prazo maior para ele adquirir um capacete menos pertubador da ordem pública, eu hein, se a moda pega, vai ter deputado por ai usando boné cheio de laranjas.
(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA)
PS:
(Brincadeiras a parte, apresento-lhes o Carlinhos, um amigo e irmão que respeito muito e que todos sabem da enorme idôneidade com que o mesmo conduz a sua vida juntamente com sua esposa Lucilene e seus dois filhos, Vitor e Bianca, fica aqui o meu abraço para esse cara que eu admiro muito e tenho grande apreço, mesmo quando ele está voando por ai com o seu frutífero capacete).

domingo, 18 de maio de 2008

Papagaio faz a obra, mas periquito é quem leva a fama...


Como é bom fazer cortesia com o boné dos outros, que o diga o deputado Alex Testoni (PTN), que anda espalhando no estado inteiro que vai trazer um curtume para Ouro Preto do Oeste e que tem até um papel assinado, como termo de compromisso, por parte dos proprietários da empresa que irá investir mais de 10 milhões de reais em nosso município,

Esquece-se o deputado esse tipo de tráfego de influência é tipificado como criminoso em nossa legislação eleitoral, fazendo com que o governador Ivo Cassol (Sem Partido), desse um puxão de orelhas daqueles, arrancando-lhe o microfone das mãos, durante a inauguração da fábrica da fábrica de calçados Altes, isso sem falar no fato de que os verdadeiros responsáveis pela vinda do curtume Nossa Senhora Aparecida foram a Câmara Municipal e o fio de bigode branco do prefeito Bráz Resende (PMDB).

Agora, pra acabar de arrebentar com os créditos de quem realmente merece, o deputado Alex Testoni (PTN), faz comboio pelo estado para divulgar pelas rádios o lançamento de um loteamento de 400 casas populares subsidiadas pela Caixa Econômica Federal a R$ 7.000,00 cada, mas a proposta é apresentada como se ele e o governador Ivo Cassol (Sem Partido), fossem os únicos pais da criança, está certo que ele se lembra, de vez em quando, de citar o nome do governo federal que é do PT, quase que murmurando.

A grande verdade é que, como é de seu costume nos carros do Programa “Luz Para Todos”, o qual está sendo conduzido pela empresa Dom Bosco,a anos pertencente ao conhecidíssimo Alex da Dom Bosco, o qual projeta amplamente esse nome das suas empresas e padrinho políticos, em pleno período eleitoral, acima do nome do governo federal, que entra com 2,8 milhões para a construção das casas, e mais 90 mil reais da Ceron, que também é autarquia federal, mas fica com a imagem ofuscada pelos holofotes sobre o governo estadual entra com apenas 400 mil, o que significa uma baba perto do montante de investimento.

Vamos aos números, só a senadora Fátima Cleide (PT) já atraiu sozinha para o município mais de 457 mil nos últimos 2 anos, através de esforços e viagens da executiva municipal nas pessoas do vereador Almir Barbosa (PT), da advogada Sônia Arrabal, Manoel Antônio Nobre (Balé).

E assim caminham os poderes em nosso estado, não que haja consonância, ou que eu defenda a partido A ou B, apenas chamo atenção para a forma depreciativa como são colocados de lado os devidos reconhecimentos do governo Lula, que mesmo com toda a dificuldade em manter sintonia com as cores partidárias, está sempre disponibilizando recursos expressivos para o benefício da maioria, mesmo tendo seu nome abafado em benefício de uma minoria politiqueira.


Dados extraídos da Controladoria Geral da União: (Basta pesquisar)
http://www.cgu.gov.br/convenios/index1.asp

É sempre assim, em tempos de eleição, ganha quem consegue esconder melhor a verdade por trás dos interesses próprios.

(VEJAM A MATÉRIA COMPLETA NO SITE GAZETA AMAZÔNICA).

Morre filho do governador do Distrito Federal.


Um dos filhos adotivos do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), morreu na manhã deste domingo (18) em um acidente de carro na DF-140, entre as cidades de São Sebastião (DF) e Unaí (MG), em frente ao condomínio Santa Mônica.

Marcelo Vicente Martins de Macenas, de 24 anos, que estudava para ser padre, capotou com o veículo. A polícia aguarda resultado da perícia para apontar as causas do acidente. Segundo Silvain Fonseca, diretor de fiscalização do Departamento de Trânsito do DF (Detran), "o motorista pode ter dormido ao volante enquanto dirigia, mas só a perícia pode apontar as causas do acidente".

O governador cancelou a agenda deste domingo e está em casa com a família. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Saída de Marina reduz credibilidade ambiental do Brasil


A JUSTIÇA TARDA MAS NÃO FALHA!


Ainda fora do país para não exibir as marcas do último 3 Round em que seus advogados, pagos com dinheiro público, tombaram diante mais uma das suas causas perdidas a favor do deputado, o Sr. Alex Testoni provavelmente deve insistir mais uma vez, dessa vez ao Supremo, na petulante proposta de promover a Censura Prévia e a Lei da Mordaça à imprensa de Rondônia, em pleno século 21, demonstrando assim o enorme e amadorístico despreparo e falta de esclarecimento jurídico de sua equipe ante os princípios básicos do estado democrático de direito, conquistado a duras penas por cidadãos brasileiros, homens que não se acovardam de nada, que deram e dão as suas vidas para exorcisar de nossa política pessoas de caráter duvidosos que sempre insistiram em promover o monopólio da verdade através de manipulação de massas e ditaduras totalitaristas infelizmente investidas por força de mandatos eletivos.

Porém, o mesmo voto que elege um cidadão dessa estirpe à um mandato, é o voto que tem o direito de fiscalizar, cobrar, avaliar e criticar com rigor quando todas as palavras que foram ditas ao longo de uma campanha eleitoral sejam cumpridas e honradas pelo simples fato de terem sido pronunciadas.

Senão, ao nos conformarmos com as promessas descumpridas estaremos seria melhor que tivéssemos votado em branco ou nulo, pois a culpa seria única e exclusiva do eleito, que mesmo assim tem por obrigação assumida em seu juramento de posse o dever de zelar pelos interesses dos cidadãos rondonienses.

O povo, por sua vez, tem que estirpar a trava dos olhos de uma vez por todas, e entender que os políticos eleitos são na realidade apenas funcionários públicos, empregado do povo, escolhidos pelo povo, e pagos pelo dinheiro do povo, para trabalhar,gerenciar e prestar contas das demandas de capital que o estado arrecada, sem que essa obrigação seja distorçida ou mal interpretada por esses representantes.

É de doer o coração quando um cidadão rico e poderoso como o deputado Alex Testoni, que jamais vai conseguiu convencer ninguém que entrou na política por amor a Rondônia, a qual nunca foi colocada acima de seus interesses quando começou a vida sonegando impostos e endeusando o seu dinheiro, como ele mesmo declarou em gravações feitas em sua campanha, entra para a política e continua mantendo a postura de mega empresário a frente dos negócios, de nariz empinado que trata a todos, como serviçais, quando na realidade o empregado é o próprio que quer ser tratado como Rei.

Mas, assim como a democracia venceu a tirania, assim como a luz sempre vence as trevas, aos poucos o Brasil toma consciência que exemplos de autoritarismos reprováveis como esse, estão sendo extintos pela luz da ilustríssima Justiça Brasileira, que as vezes parece que vai cambalear, mas, levanta-se triunfante e pagina a Constituição Federal, com suas páginas banhadas com o sangue de heróis imortais, e as esfrega nas fuças de pessoas sem escrúpulos.

No mais, gostaria muito de pedir que as férias do deputado sejam as mais longas possíveis, e que se puder dê uma passadinha lá pela China, onde a censura e a mais sórdida expressão de repressão humana, política e social persistem em permanecer em pé, mesmo sabendo que os seus filhos mais preciosos já plantaram com suas vidas a semente da liberdade de consciência.

Ah sim, a tira colo leve também o senador Expedito Jr. que fez questão de tentar criar aquele projeto de lei nº 398/2007, mais uma idéia esdrúxula, absurda e retrógrada de querer antecipar uma condenação penal através de aparato policial, sem que a parte acusada se manifeste em ampla defesa de seus direitos.

Quem sabe lá vocês serão recebidos como mensageiros celestes.

Eu hein, nem aqui e nem na China !!!


quarta-feira, 14 de maio de 2008

MORAES: SOBRENOME DE MORAL


Cara, eu nem me toquei que o sobrenome do Roberto Kuppê era Moraes, fiquei muito lisjongeado por ter mais um primo etimológico, o que só vem confirmar a boa fama das famílias com sobrenome Moraes.

Um pouco confesso que foi por pura distração mental, pois deveria ter desconfiado pelo nome dado ao seu Instituto Matheus Moraes, em homenagem ao irmão já falecido.

O mais apreciável no caráter deste colega de profissão é que conforme testemunhos e a própria conduta perante a sociedade, o dinheiro não o influenciou a ponto de esquecer as suas origens e principalmente em realizar os sonhos de menino sofrido que tanto aprendeu com os exemplos da vida pobre que ficou no passado.
(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA)
Na lotérica de Ouro Preto a história do jornalista de rondônia que ficou milionário é contada em um mural que serve de esperança para todos os rondonienses apostadores daquele município e que sonham com um futuro melhor, uma tosca homenagem ao filho desta terra que teve a coragem de revelar a sua cara após ter o prêmio máximo de uma loteria e que principalmente nunca abriu mão de se orgulhar por ter nascido aqui.

Mas, para os poucos que tem acesso a saber sobre a origem do sobrenome Moraes, que muito tem haver com a história do nosso país, relacionando com o imigrantes oriundos da europa dos século 19, vai aqui uma parte dessa história ao longo dos séculos:

Origem
A origem do sobrenome é controversa. Há estudos de genealogia e onomástica ligando sua origem à localidade de Morais (Trás-os-Montes, Portugal), enquanto outros o ligam à localidade de Morales, na Espanha. Para estes últimos, trata-se de um sobrenome que encontra sua origem nos visigodos, que por sua vez advêm dos povos godos.

Grafia
De acordo com a norma ortográfica vigente a grafia corre(c)ta é Morais, todavia no Brasil a forma antiga e Moraes é bastante freqüente. Em espanhol, utiliza-se a forma Morales, havendo dúvida quanto à origem comum do sobrenome nos dois idiomas.

Significado
Em ambos os casos, as hipóteses apontam para a designação da localidade de origem do portador do sobrenome. Por sua vez, a origem do nome da localidade proviria do nome da árvore amoreira.
HISTÓRICO: DESCENDENTES DA FAMÍLIA MORAES PROVENIENTES DE PORTUGAL E ESPANHA
Danny Bueno De Moraes.

terça-feira, 13 de maio de 2008

VEREADOR VIANA É INOCENTADO DE INFIDELIDADE PARTIDÁRIA



Quem anda soltando rojões é o vereador Sebastião Gomes Viana (PV), acusado pelo seu suplente, Wanderley Moitinho (Baianinho), de traíção da fidelidade partidária em Ouro Preto, mas que segundo o entendimento do Juiz Reginaldo Joca do Tribunal Regional Eleitoral, não houveram provas plausíveis para a condenação do acusado, o que impossibilitou a constatação de infidelidade partidária

Vejam o despacho do Juiz que extinguiu o processo sem julgamento do mérito:

_____________
TRE-RO: Corte Eleitoral julga processos de infidelidade partidária
[30/4/2008 - 22:41]

O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) vem, desde dezembro do ano passado, apreciando processos sobre infidelidade partidária.

Na sessão de terça-feira (29), mais cinco processos de Representação, tendo como objeto a infidelidade partidária, foram julgados.

Apresentando também Questão de Ordem, o juiz Reginaldo Joca, trouxe para apreciação os autos de Representação número 3414 – Casse 16, que tem como representado o vereador Sebastião Gomes Viana, do município de Ouro Preto do Oeste (RO). “
O pedido apresentado não possui plausibilidade jurídica, pois o representado desfiliou-se do Partido Verde (PV) em 04.10.2007, mas no mesmo dia filiou-se novamente a este Partido Político, sendo que inexistiu a efetiva transferência para outra legenda ou transmigração partidária”, argumentou o Juiz Joca. “Em que pese ter saído do partido, em seguida, se arrependeu, retornando ao partido em tempo hábil a evitar qualquer lesão ao princípio da fidelidade partidária
”, finalizou utilizando as palavras do representante do Ministério Público. Essa Questão de Ordem foi acolhida, por unanimidade, e o processo foi extinto sem julgamento do mérito.


Autor: Assessoria de Comunicação Social do TRE-RO
Fonte: Rondônia Jurídico

domingo, 11 de maio de 2008

VEREADOR É ENGOLIDO POR BUEIRO DA CÂMARA.

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA)

Quem passou esse final de semana com uma baita dor de cotovelo é o vereador Almir Barbosa (PT), de Ouro Preto do Oeste - RO, mas não se preocupem, não se trata de nenhuma desilusão amorosa do nobre edil, o estrago dolodroso não foi feito pelo cupido do amor na região peitoral, mas literalmente nos cotovelos, pois o vereador teve que se sustentar com os braços ao cair subitamente em um buraco de bueiro "estratégicamente" instalado bem em frente a Câmara Municipal na última quinta (08/05), mas como isso aconteceu?

Bem, vamos a história, segundo relato do próprio vereador: "Vinha eu tranquilamente, com o jornal a minha frente, desfrutando de minha leitura matinal em mais uma edição do jornal local Correio Central, e analisando a minha foto todo sorridente que estava na matéria do jornal, quando derrepente, VAAAPU !!!!"

"Num segundo estava no fundo do bueiro, a princípio, pensei que fosse alguma ação delituosa do ex-prefeito Irandir, mas, quando caiu a ficha e constatei que se tratava de mais um dos inúmeros buracos e bueiros que estão a céu aberto pelo município, comecei a xingar a mim mesmo, os meus colegas vereadores, o prefeito, os deputados e toda a classe política responsável pelo abandono do município".

"Não bastando o tamanho da minha desgraça, ainda me passar um cidadão e diz":
Tá vendo vereador, isso é pra vocês verem o que é o que o povo que anda a pé está passando..."


PRA NINGUÉM FALAR QUE NÓS INVENTAMOS A HISTÓRIA, TÁ AÍ A FOTO DO FAMIGERADO BUEIRO QUE ANDA ENGOLINDO ATÉ VEREADOR (AGORA JÁ TAMPADO).

CUIDADO PESSOAL, QUANDO ALGUÉM DESAPARECER UM SUA FAMÍLIA, ANTES DE COMUNICAR A POLÍCIA LEMBREM-SE DE PROCURAR PELOS BURACOS DE OURO PRETO.

quarta-feira, 7 de maio de 2008

AS VOLTAS QUE O MUNDO DÁ ...


Vejam vocês, contam alguns funcionários da Assembléia Legislativa, que preferem não se identificar, que tão logo se viu empossado, o deputado Maurinho fez questão de se dirigir até o quadro do ex-deputado e presidente daquela casa na última legislatura, Carlão de Oliveira, para despedaçar e sapatear em cima do quadro com a foto do "Carlão", que na época acabara de sair da prisão por envolvimento na "Operação Dominó", fato este que foi presenciado por diversos convidados e funcionários de carreira, que assistiram a tudo com um sentimento de reservas quanto ao que presenciavam.

Será que esses mesmo funcionários, diante de tão vergonhosas denúncias agora dispostas contra o deputado Maurinho, não estariam com o mesmo desejo de arrancar da parede o quadro digníssimo deputado e dar alguns passos de dança flamenca sobre a foto deste?

Ou quem sabe, o deputado em uma atitude de hombridade, retirasse ele mesmo o seu retrato diante da imprensa e repetisse com a mesma euforia os momentos de escárnio que dedicou ao seu ex-colega de parlamento.

Não que eu seja um defensor deste ou daquele deputado, a questão é que existe uma verdade inegável nos livros sagrados que ninguém pode ignorar, ou seja: "Tudo aquilo que homem semar, isso também ceifará..."

O Povo Reclama!!!


Na noite de ontem 06/05/08, a Ceron de Ouro Preto do Oeste com certeza deve ter enfrentado algum problema de ordem técnica ou até mesmo humana, pois por quatro vezes a energia elétrica foi interrompida de forma abrupta e sem qualquer notificação por parte da companhia.

Coisas como essas podem e devem ser esclarecidas à população que ficam atormentada com a possibilidade de ter algum utensílio doméstico danificado pela oscilação energética, em nosso escritório houve uma verdadeira ovação negativa em desfavor da companhia elétrica, pois por mais de três vezes tentamos prosseguir com as atividades e ficamos literalmente nas trevas por conta das quedas de luz.

É ponto pacífico que se alguém tem um equipamento queimado ou parcialmente prejudicado a Ceron terá que fazer a devida reparação sem maiores prejuízos para os seus clientes, porém o a insegurança e descrédito que essas ocasiões de apagões geram depõem contra a qualidade de serviço que está sendo oferecido, ainda mais se levarmos em conta que a tarifa da energia elétrica em nosso Estado de Rondônia é uma das maiores do país, perdendo apenas para o Estado do Mato Grosso, onde se paga 45% em impostos acrecidos dos valores absurdos que as companhias cobram dos usúários.

terça-feira, 6 de maio de 2008

ATO FALHO:

Todo o profissional que se preza sabe a hora de reconhecer os seus erros, por esse motivo fazemo-nos presentes através desta nota para nos redimir da forma como foi apresentada a crítica sobre o controle de zoonose no município de Ouro Preto, através da matéria "NOTA ZERO PARA A ZOONOSE DE OURO PRETO".

A pedido da secretária do meio ambiente, Sra. Ana Martinha, que mui respeitosamente solicitou uma reunião para esclarecer a sua participação dentro do processo administrativo do setor mencionado, entendemos que a justiça moral, aquela que sempre deve prevalecer entre os profissionais éticos, deve ser feita em relação aos verdadeiros responsáveis quanto ao atraso ocorrido na solicitação de recolhimento dos animais de minha propriedade localizados na Avenida Daniel Comboni.

O que deve ficar claro nesse caso é que em nenhum momento intentamos vincular a falha dos responsáveis por esse departamento, no caso o Dr. Mário Márcio, com a senhora secretária Ana Martinha, simplesmente expusemos o nosso repúdio quanto ao atraso e inoperância que demonstrou o controle de zoonose, em nem mesmo tentar justificar o porque do atraso ou da ausência em comparecer a nossa solicitação, a qual foi sim devidamente registrada junto a Vigilância Sanitária do município, fato que foi acompanhado pelo Sr. Joelmir Araújo, que também não se encontra no hall dos responsáveis quanto aos problemas de zoonose.

Mas, que assim como a secretária tentaram viabilizar, além de suas atribuições, o comparecimento dos responsáveis, porém restando infrutífera a solicitação, a esses profissionais responsáveis, que talvez até tenham boas justificativas para o não comparecimento, são até o presente momento os únicos a quem devo dirigir as minhas críticas, talves até duras demais, mas necessárias, bem como colocar o nosso canal de informação a disposição para que os mesmos se sintam a vontade para maiores esclarecimentos, porém, o que é fato é fato e contra fatos não há argumentos.

Houve sim e continua havendo uma grande falha em prestar pelo menos uma satisfação ao contribuinte quanto ao prazo em o mesmo poderá ser atendido e se não for atendido, quanto aos motivos por que esse atendimento não foi efetuado.

Ficam aqui as nossas considerações a todos os profissionais funcionários públicos e privados de nosso município, que nos prestigiam através de seus acessos e que sempre terão a nossa mais completa compreensão quantos as suas dificuldades em executar o trabalho a que foram designados, pois como cidadãos todos nós temos o dever de cobrar de nossos mandatários que a coletividade jamais seja ignorada em suas necessidades mais primárias, ou seja, a saúde, a educação, a segurança e o respeito.

Estrelando: Lulinha, o Bio-Man.

(CLIQUE E AMPLIE A FOTO)
Será que o presidente Lula anda em veículo a àlcool ou óleo diesel?
Creio que não, algum gênio de seu governo com a estrela vermelha na testa, tipo o Silvio Pereira, deve já ter inventado um novo meio de locomoção para o chefe maior de nosso país, sendo esse movido a bio-combustível, pois é um absurdo que só presidente acredita, que os aumentos dos preços dos combustíveis nas refinarias.

Segundo Lula, para dar respaldo ao que ele garantiu que não ia acontecer, os consumidores poderão denunciar os postos que repassarem os aumentos na gasolina. Ainda de acordo com o presidente, o consumidor não vai sentir os reflexos da elevação dos preços.

É aquele tal negócio, se fosse na época do FHC seria um massacre em nome dos direitos das classes inferiores, como é o Lula ninguém acredita que as grandes empresas do setor estão levando vultuosas vantagens econômicas, pelo simples fato do titular do do Palácio do Planalto ser um ex-metalúrgico, pois na cabeça do na cabeça das massas vive o velho sofisma: "Quem nasce João, não morre Jhonny não".
Vai ver que tudo não passa de uma jogada pra acelerar a aceitação do bio-diesel na ecônomia mundial, será? Acho que não, ô raça de sem coração.

domingo, 4 de maio de 2008

"NOTA ZERO" PARA A ZOONOSE DE OURO PRETO.


É impressionante a apatia e o descaso dos funcionários e da direção do Controle de Zoonose da prefeitura muncipal de Ouro Preto do Oeste, pois desde quarta feira (30/04), que soliciatamos o recolhimento de dois cachorros à Vigilância Sanitária através do sr. Joelmir fomos atendidos de pronto, porém, mesmo após termos religado a solicitado com urgência por uma segunda vez, à própria Secretária de Meio Ambiente, Ana Martinha, que seria uma pessoa que pensávamos que pudesse intervir junto aquele departamento, nenhuma providência foi tomada até esse exato momento ( Domingo,04 de Maio de 2008 - 16:00), e olha que já se passaram 96 horas.

Quer dizer, se fosse o caso de um perigo de morte por ataque de animal feroz ou raivoso, estariam até hoje sem nem sequer um socorro adequado, até mesmo se fosse um atendimento em algum setor afastado do centro urbano, seria injustificável que alguma desculpa de deslocamento fosse apresentada, pois a nossa residência fica justamente a menos de 200 metros da prefeitura muncipal, em plena Av. Daniel Comboni, bem no coração da cidade.

Segundo informações, quem dirige o departamento de zoonose atualmente é o Dr. Mário Márcio, que foi sim devidamente informado pelo setor de Vigilância Sanitária, pois no momento da solicitação estávamos ao lado do funcionário daquele setor, e que ao que parece dá muito pouco valor aos contribuintes que mesmo em chamadas desesperadoras tem a sua soliciatação não atendida, fica aqui o nosso repúdio por esse descaso com função a esses "profissionais" foram incumbidos e a nossa avaliação pessoal pelo serviço que tem sido demonstrado: "NOTA ZERO"

segunda-feira, 28 de abril de 2008

O sucessor.



Tentamos insistentemente entrar em contato com o sucessor da casa, mas por alguma razão desconhecida, ele insiste em não nos atender, provavelmente deve estar reunido com sua competente equipe para traçar o sigilo do futuro fiscal e bancário da vida de cada parlamentar, bem como de todos seus funcionários.

Os palpiteiros mais otimistas apostam que em menos de 30 dias todos os parlamentares vão estar usando boné, cada um com no mínimo 2 seguranças marombados da PM, um cartão ponto para registrar todos os passos na ambiente interno da casa e um belo helicóptero ancorado na sede de suas fazendas.

Para os pessimistas, em menos de 15 dias a Assembléia toda estará em chamas, de um lado os que defendem a cruxifição do presidente e de outro os que defendem entregá-lo gentilmente ao Capitão Nascimento para a próxima sequência de filmagem do "Tropa de Elite 2".

Renúncia pode se confirmar a qualquer momento.


Recebi um telefonema do deputado estadual Neodi Oliveira, presidente da Assembléia Legislativa, hoje, segunda-feira, por volta das 19,00 horas, e aproveitei para perguntar sobre os boatos de sua renúncia a presidência do órgão.

Neodi alegou estar passando por um momento difícil na sua carreira política, e que sua decisão dependeria ainda de uma conversa mais objetiva com seus familiares.

Disse ainda que refletiu sobre o sofrimento da família do governador Cassol com a prisão do filho, e que quando os adversários políticos usam o poder para causar instabilidade emocional no seio familiar, é hora de rever conceitos e avaliar se tudo isso vale a pena.

Amanhã, terça-feira, com certeza teremos a sua palavra final.

Fonte:www.mariomoraes.com

domingo, 27 de abril de 2008

Cuspindo no prato que comeu


A cantora Madonna afirmou que não deixa seus filhos verem televisão nem comer caramelos porque "ficam loucos".

"As crianças precisam de limites, porque senão ficam loucos", disse ela à revista KulturSpiegel. A artista americana também afirmou que ignorar a televisão é "uma autêntica atitude punk-rock".

Presidente de 'O Povo' se mata em Fortaleza



Acossado por dívidas estimadas em milhões e atormentado por diversas ações judiciais, o presidente do jornal O Povo matou-se nesta sexta-feira (24/04),aos 62 anos, com um tiro na cabeça

Acossado por dívidas estimadas em R$ 100 milhões e atormentado por diversas ações judiciais, o presidente do jornal O Povo, de Fortaleza (CE), Demócrito Rocha Dummar (foto), matou-se nesta sexta-feira aos 62 anos, com um tiro na cabeça.

Ele chefiava um grupo de comunicação muito respeitado no Nordeste e em todo o País. Sob seu comando, o jornal O Povo se transformou em um dos mais importantes veículos de da imprensa brasileira.

O jornal divulgou nota lamentando a morte do seu presidente e informando que a família "não quer se pronunciar neste momento de dor e pede a todos que guardem na lembrança não só o jornalista que durante quase 45 anos se dedicou ao jornal O Povo. Mas, acima de tudo, o homem que inspirou gerações de cearenses. E que continuará inspirando."
Fonte e autor da notícia: www.claudiohumberto.com.br

PUBLICIDADE

ESTOU EM PAZ, E VOCÊ ?

Um Diploma ou um Sacerdócio?

Que respostas podemos dar à indagação sobre os motivos de se exigir que o profissional de Jornalismo seja formado por uma faculdade?

Digamos, desde logo, que a faculdade não vai "fazer" um jornalista. Ela não lhe dá técnica se não houver aptidão, que denominamos de vocação.

A questão é mais séria e mais conseqüente. A faculdade, além das técnicas de trabalho, permite ao aluno a experiência de uma reflexão teórica e, principalmente, ética.

Não achamos absurdo que um médico deva fazer uma faculdade. É que vamos a ele entregar o nosso corpo, se necessário, para que ele corte, interfira dentro de seu funcionamento, etc.

Contudo, por vezes discutimos se existe necessidade de faculdade para a formação do jornalista, e nos esquecemos que ele faz uma intervenção muito mais radical sobre a comunidade, porque ele interfere, com seus artigos, suas informações e suas opiniões, diretamente dentro de nosso cérebro.

Acho que, pelo aspecto de cotidianidade que assumiu o Jornalismo, a maioria das pessoas esquece que o Jornalismo não é uma prática natural.

O Jornalismo é uma prática cultural, que não reflete a realidade, mas cria realidades, as chamadas representações sociais que interferem diretamente na formulação de nossas imagens sobre a realidade, em nossos valores, em nossos costumes e nossos hábitos, em nossa maneira de ver o mundo e de nos relacionar com os demais.

A função do Jornalismo, assim, é, socialmente, uma função extremamente importante e, dada a sua cotidianidade, até mais importante que a da medicina, pois, se não estamos doentes, em geral não temos necessidade de um médico, mas nossa necessidade de Jornalismo é constante, faz parte de nossas ações mais simples e, ao mesmo tempo mais decisivas, precisamos conhecer o que pensam e fazem nossos governantes, para podermos decidir sobre as atividades de nossa empresa; ou devemos buscar no Jornalismo a informação a respeito do comportamento do tempo, nas próximas horas, para decidirmos como sair de casa, quando plantar, ou se manter determinada programação festiva.

Buscamos o Jornalismo para consultar sobre uma sessão de cinema, sobre farmácias abertas em um feriadão, mas também para conhecermos a opinião de determinadas lideranças públicas a respeito de determinado tema, etc.

Tudo isso envolve a tecnologia e a técnica, o nível das aptidões, capacidades e domínio de rotinas de produção de um resultado final, que é a notícia.

Mas há coisas mais importantes: um bom jornalista precisa ter uma ampla visão de mundo, um conjunto imenso de informações, uma determinada sensibilidade para os acontecimentos e, sobretudo, o sentimento de responsabilidade diante da tarefa que realiza, diretamente dirigida aos outros, mais do que a si mesmo.

Quando discuto com meus colegas a respeito da responsabilidade que eu, como profissional tenho, com minha formação, resumo tudo dizendo: não quero depender de um colega de profissão, "transformado" em "jornalista profissional", que eventualmente eu não tenha preparado corretamente para a sua função.

A faculdade nos ajuda, justamente, a capacitar o profissional quanto às conseqüências de suas ações.

Mais que isso, dá ao jornalista, a responsabilidade de sua profissionalização, o que o leva a melhor compreender o sentido da tarefa social que realiza e, por isso mesmo, desenvolver não apenas um espírito de corpo, traduzido na associação, genericamente falando, e na sindicalização, mais especificamente, mas um sentimento de co-participação social, tarefa política (não partidária) das mais significativas.

Faça-se uma pergunta aos juízes do STF a quem compete agora julgar a questão, mais uma vez, questão que não deveria nem mais estar em discussão: eles gostariam, de ser mal informados?

Eles gostariam de não ter acesso a um conjunto de informações que, muitas vezes, são por eles buscadas até mesmo para bem decidirem sobre uma causa que lhes é apresentada através dos autos de um processo?

E eles gostariam de consultar uma fonte, sempre desconfiando dela?

Porque a responsabilidade do jornalista reside neste tensionamento que caracteriza o Jornalismo contemporâneo de nossa sociedade capitalista: transformada em objeto de consumo, traduzido enquanto um produto que é vendido, comercializado e industrializado, a notícia está muito mais dependente da responsabilidade do profissional da informação, que é o jornalista, do que da própria empresa jornalística que tem, nela, a necessidade do lucro.

Assim sendo, é da consciência aprofundada e conscientizada do jornalista quanto a seu trabalho, que depende a boa informação.

E tal posicionamento só se adquire nos bancos escolares, no debate aberto, no confronto de idéias, no debate sério e conseqüente que se desenvolve na faculdade.

Eis, em rápidos traços, alguns dos motivos pelos quais é fundamental que se continue a exigir a formação acadêmica para o jornalista profissional.

A academia não vai fazer um jornalista, mas vai, certamente, diminuir significativamente, a existência de maus profissionais que transformam a informação, traduzida na notícia, em simples mercadoria.

Danny Bueno
Ocorreu um erro neste gadget

______________ ÚLTIMOS VÍDEOS :

Loading...

_______________Arquivo vivo: